Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Mossoró

VIVER MELHOR: APOSENTADORIA

Projeto Viver Melhor

CAMINHADAS:

Dançar é Viver Melhor

CANTO E CORAL:

HIDROGINÁSTICA:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Viver Melhor Solidário

O Viver Melhor Solidário é mais uma ação do Projeto Viver Melhor PREVI Mossoró, com o intuito de ajudar ao próximo. No dia 17 de outubro, mês marcado pela comemoração do dia das crianças, a Escola Municipal Ricardo Vieira do Couto, localizada na Comunidade Rural do Jucuri, foi beneficiada com o gesto, onde, 190 crianças participaram do momento.


Com a colaboração da Juventude Aposentada, equipe do PREVI e doações dos comerciantes mossoroenses, conseguiu-se arrecadar brinquedos, lancheiras e kit educativos para alegrarem a vida dessas crianças.


A Prefeita, Rosalba Ciarline, participou do evento e explanou o seu contentamento e alegria pela realização dessa ação. Elviro Rebouças, Presidente do PREVI Mossoró, que não mediu esforços para que tudo ocorresse perfeitamente dentro do planejado, esteve presente durante toda a festividade. Além da Diretora Previdenciária, Maria Lúcia e João Batista, Diretor Financeiro que do mesmo modo apoiaram a ação. Registramos, também, a presença e colaboração de voluntários e estudantes extensionistas dos cursos de Serviço Social e Educação Física. A programação ficou marcada por uma manhã diferente, onde se teve início com a Educadora Física, Kalyane, animando e divertindo a garotada.


Em seguida, concomitantemente ocorria 06 oficinas, sendo estas de pintura de rosto e desenhos, contação de história, com a aposentada Maria Aparecida, Dança, Maquiagem e Cabelo. Onde, o brilho no olhar estampava o contentamento das crianças participantes, Bárbara, de 04 anos, disse “Gostei muito da dança e da maquiagem das mulheres”. “Estou gostando de tudo. Das brincadeiras, de ganhar brinquedos, dos lanches.”, afirmou Carol, de 08 anos. Os Anjos da Enfermagem, da UnP, também estiveram presentes, contemplando e animando o dia, fazendo a festas das crianças e divertindo os mais velhos.


O Viver Melhor Solidário quer resgatar o espírito de solidariedade para com o próximo e deixar marcado no coração de cada participante, bem como, dos seus beneficiários, a leveza que é deixar o dia de alguém mais bonito.


 

Sala de Espera Educativa no Atendimento da Perícia Médica

Transformando um momento de espera em espaço de orientações: Sala de Espera Educativa no Atendimento da Perícia Médica.


No dia 05 de outubro, das 8h30 às 9h, representantes da equipe de Serviço Social do PREVI Mossoró realizaram um bate papo em alusão à Campanha de Prevenção do Suicídio, fortemente disseminada em setembro, a qual visa alertar a população acerca da realidade do suicídio e as formas de prevenção.


O bate papo foi realizado pelas estudantes Extensionistas de Serviço Social da UnP, Ana Clara Moraes e Sabrina Sandy, supervisionadas pelas Assistentes Sociais Laura Pollyanna e Dorisângela Lima, que dialogaram sobre algumas frases de alerta, que podem indicar a intensão de uma pessoa em praticar o suicídio; alguns mitos e verdades que pairam esta temática tão relevante preocupante.


Entre os serviços que podem contribuir na prevenção do suicídio, pode-se destacar: Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), Unidades Básicas de Saúde (UBS) E Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Em casos de Emergência: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Pronto Socorro e Hospitais. É salutar destacar o Centro de Valorização da Vida (CVV): 141 (ligação paga).


Por fim, as Extensionistas destacaram a importância de ouvir atentamente os usuários, sem julgamentos; tentar compreender os sentimentos do outro; aceitar e respeitar as possíveis queixas, bem como, demonstrar cuidado e afeto para com a outra pessoa.


O momento contou com aproximadamente 15 pessoas e teve participação ativa dos beneficiários, com depoimentos e complementos que comprovaram a potência de espaços educativos como estes.


A Sala de Espera Educativa é uma estratégia da equipe de Serviço Social com o objetivo de Transformar um espaço de ociosidade e espera, em um momento de aprendizagem e esclarecimentos sobre diversos temas voltados aos direitos sociais, campanhas e serviços ofertados pela rede.


Próximo dia 10 de outubro, a equipe realizará outra Sala de Espera Educativa, desta vez, trazendo reflexões e esclarecimentos sobre a campanha do Outubro Rosa.



 

Curso de Artesanato, realizado pelo Projeto Viver Melhor


O Projeto Viver Melhor realiza mais um Curso de Artesanato, dessa vez ensinando como fazer embalagens. Ministrado por Natalia Amorim, o curso ocorre todas terças e sextas, das 8h às 11h, no PREVI Mossoró.


O Curso de Artesanato é sempre de grande interesse das aposentadas e pensionistas, uma vez que este envolve as habilidades motoras e deixa um aprendizado para o dia a dia de cada uma, onde estas podem levar os conhecimentos para dentro de casa, deixando cada detalhe com um envolvimento único.


No dia 15 de setembro aconteceu a aula de inauguração, onde houve demonstrações das tarefas que seriam realizadas durante o curso, cominado com uma aula do SEBRAE sobre finanças pessoais e educação financeira, visando a utilização dos aprendizados para trabalhos extras.


Trazendo contentamento para todos que vivenciam, a Aposentada Odineth Dantas disse “A Equipe do Viver Melhor está de parabéns pelas atividades que vem desenvolvendo com nossa Juventude Aposentada. O curso de Embalagens está nos proporcionando vários benefícios, como: desenvolvimento da nossa coordenação motora e raciocínio lógico. O encontro e a interação com as amigas faz com que nós saiamos da rotina de casa. De um modo geral estamos satisfeitas, pois tudo isso contribui para nossa autoestima.”


Natália Amorim, quem ministra as oficinas desde a edição anterior diz “Me sinto privilegiada em ministrar o curso de embalagens para juventude aposentada, as alunas são maravilhosas e agradáveis. A cada dia aprendo com a experiência delas, e há uma troca de vivencias durante as aulas, pois algumas já realizam trabalhos manuais. O curso de embalagens visa ensinar a confeccionar embalagens utilizando papel, com variadas gramaturas, que é facilmente encontrado em papelarias. No decorrer do curso as alunas aprendem a interpretar os moldes, reproduzindo-os e projetar para tamanhos maiores ou menores. Sendo assim, ao final do curso as alunas estarão aptas a produzir as embalagens que forem apresentadas no curso e qualquer outra que visualizem, pessoalmente ou da internet.”


O Curso teve inicialmente 30 inscrições, onde, posteriormente, foram divididas em duas turmas, uma está acontecendo em setembro e a outra será em outubro. Para mais informações, ligue no 3315-3315.